Skip to content

Como é olhar no espelho

Você olha no espelho e não gosta do reflexo. É normal, você sempre acha algo errado toda vez que olha no espelho… e quem não acha?!

Os próprios estudos dizem isso: A Fundação Onodera divulgou uma pesquisa realizada pela empresa Sophia Mind, uma das mais renomadas no ramo de pesquisa feminina, e revelou que 92% das mulheres estão insatisfeitas com o próprio corpo e gostariam de mudar algo em sua fisionomia*, o que fazer nesses casos?

monsters nikita gill

Fonte: Nikitta Gill’s Instagram

Continuamos na cultura de que não aceitar nosso corpo é normal. Que nos odiar é mais forte, e fácil, para quem quer aquele corpo perfeito. Se você for no Tumblr, onde hashtags que remetam a anorexia e bulimia são proibidos, você vai encontrar vários casos de meninas que não comem por semanas, fazem loucuras e demonstram não estarem satisfeitas em sua própria pele.

Eu já estive lá, você já esteve lá. Talvez eu continue me odiando, talvez você também. Mas do que está valendo isso tudo?

Temos que nos juntar, nos amar e perceber que um corpo perfeito não é sempre sinônimo de saúde e felicidade. E que SIM, corpo perfeito pode ser com aqueles pneuzinhos que você odeia, mas que outra pessoa pode amar em você. Nós precisamos aceitar que somos lindas do jeito que somos e não precisamos disfarçar isso de ninguém!

Confesso que ainda não aprendi completamente sobre isso, tem dias que me pego pensando em como tirar aquela gordurinha a mais ou aquela estria que insiste em aparecer, mas quer saber? Vou me amar, mesmo em dias ruins. Aliás, não aprendi isso sozinha. Nesse mês estive no Share Fashion Floripa em uma palestra incrível com a Ju Romano e a Paula Bastos e elas falaram tantas coisas lindas, que é impossível não se inspirar e se amar. Elas arrasaram! <3

Queria poder plantar uma semente em nós que nos conscientizasse de que podemos ser o que quisermos, como quisermos e do jeito que quisermos, sem se preocupar com os outros ou com um “defeito”. Já parou pra pensar que nós nos julgamos muito mais do que somos? Nós nos pressionamos a ser o que a sociedade impõem?

dont be beautiful nikita gill

Fonte: Nikitta Gill’s Instagram

Eu sei, falar, e escrever, é fácil, no dia-a-dia a gente sofre, tem raiva. Que esse assunto é clichê e que todo mundo sabe que tem que se amar. Mas será que realmente estamos fazendo algo para melhorar isso tudo? Será que não há um jeito de melhorarmos, começando por nós mesmos?

Acabo essa postagem com a reflexão acima.

Por favor, se você estiver se você não estiver satisfeita com seu corpo ou qualquer coisa, você pode vir conversar comigo, estou disponível para tentar ajudar.

Beijos e até o próximo post! ♥

*Estudo apresentado no site Tribuna Hoje, em Dezembro de 2011.

como-é-olhar-no-espelho

Facebook Comments

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *