Skip to content

Alemanha para se apaixonar

Alemanha: eu não planejava, mas me apaixonei. Foram apenas 14 dias em algumas cidades encantadoras, dias o suficiente para eu querer voltar.

Por ter amado tanto esse país, resolvi fazer um post falando das cinco coisas que amei por lá e que gostaria de mostrar um pouco mais para vocês. Se quiserem posso fazer um guia das cidades que visitei e coisas que indico para comer, fazer ou simplesmente ver!

Vamos começar pela comida, porque quem não curte, né? Fiquei apaixonada pelo currywurst! O prato tem suas variações: pode vir com batata-frita, por exemplo. Basicamente é uma salsicha, com catchup e curry em pó por cima. Arde? Um pouquinho, mas vale cada pedacinho.

Ah, eles são mestres em comidas boas. Eu amei praticamente tudo que eu comi por lá, principalmente os queijos e os embutidos. Aliás, outra coisa que me apaixonei – e muito – foram os pães maravilhosos. De todos os tipos, tamanhos e sabores, são gostosos demais! Ainda sonho em poder experimentar mais da culinária típica.

currywurst

Como uma princesa é óbvio que eu não deixaria de falar dos castelos. Passei por alguns, quis morar em outros, mas o mais perfeito e que vale a pena todo o esforço é o Castelo de Neuschwastein. Eu não cheguei a entrar, os planos em ir para Munique foram feitos em cima da hora e a reserva tinha que ser feita com dois dias de antecedência.

Mas só de conhecer a história, estar nele, ver toda a estrutura e perceber como é incrível o fato de estar ali por tantos anos, me deixou de boca aberta. O castelo é enorme, cheio de detalhes e paisagens bonitas por todos os lados. É sem palavras descrever a sensação de estar em um lugar desse.

castelo-de-neuschwastein

E como não falar da cerveja? Descobri novos gostos e cervejas realmente gostosas de se tomar, como a Radler que é misturada com limão e que é uma delicinha. Lá a variedade é enorme – não que aqui não seja, mas lá tem bem mais – e o preço é bem acessível, principalmente no mercado.
Fiquei até triste de não conhecer tão bem de cerveja para poder falar mais delas e experimentar de forma apropriada. Mas eu ainda volto pra fazer isso e conto para vocês! 😉

cerveja-radler-munique

Vou juntar esses dois tópicos em um, porque acho que se complementam: o respeito e a segurança. Há uma enorme sensação de segurança em qualquer lugar que você esteja, seja sozinha ou acompanhada.

E o respeito, tanto pelas pessoas, quanto pelas cidades. Eles tem um respeito completo por tudo: não atravessam a rua se o sinal não estiver verde, reciclam de forma perfeccionista, conservam seus patrimônios e, sério, tiram os sapatos antes de entrarem em casa. Foram várias atitudes deles que me deixaram impressionada.

Falando em conservar patrimônios, vale destacar o valor que se dá a história. Cada cantinho de cada cidade tem algo diferente. Por terem esse imenso cuidado, a história fica ali. Você vê, imagina, quase toca. A sensação de pensar que anos antes algo muito importante se passou no mesmo lugar que você pisa é inenarrável.

Nuremberg foi uma cidade que me chamou a atenção por isso. Ela tem a cidade antiga cercada dos muros do castelo e a parte atual que fica ali do ladinho. É um mundo diferente do outro e mesmo assim tão complementar!

nuremberg

Acho que deu pra perceber o quanto eu amei passar uns dias na Alemanha e conhecer coisas tão especiais.

Ah, no Flores de Estúdio tem um mini vlog com alguns momentos da viagem, confere aí:

Beijos e até o próximo post!

Facebook Comments

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *